Reason S20

Reason S20

LANÇAMENTO SWITCH ETHERNET

Em Setembro de 2015 a Reason Tecnologia lançou mais uma novidade de soluções em subestação de energia digital. O novo modelo de Switch Ethernet industrial completa o portfólio da empresa em comutadores de dados de camada 2 (L2). Com este lançamento, a Reason reafirma seu compromisso com o desenvolvimento de soluções que contribuam para a evolução do sistema elétrico mundial. Com o surgimento da norma IEC61850, o mundo de telecomunicação e o de energia elétrica começou a integrar soluções de ambas tecnologias até aos níveis operacionais de uma subestação de energia. Atenta a esta evolução, a Reason iniciou o desenvolvimento do primeiro Switch Ethernet industrial desenvolvido e fabricado no Brasil a 4 anos, o modelo T1000. Este novo lançamento, nos traz orgulho em poder ofertar soluções de comunicação de dados nacionais para diversos projetos do setor elétrico.

A linha de Switches Ethernet S20 da Reason pode ser customizada para o projeto, possibilitando para nossos clientes uma otimização em seus investimentos de infraestrutura de comunicação de dados. Com modelos configuráveis em até 24 portas gigabit e com suporte ao protocolo de sincronização de tempo PTP (IEEE1588V2), é possível atender a necessidades de alta complexidade até as mais simples, tornando-os um grande player de soluções em comunicação de dados para ambientes de subestação no cenário mundial.

 
PROTOCOLO DE SINCRONISMO TEMPORAL PTP (IEEE 1588)

PROTOCOLO DE SINCRONISMO TEMPORAL PTP (IEEE 1588)

A aplicação de sincronismo temporal em subestações de energia elétrica vem crescendo rapidamente. O seu uso é essencial em aplicações como de medição fasorial (PMU) e localização de faltas por ondas viajantes, pois existe a necessidade de comparação de dados entre diversos equipamentos em locais diferentes e distantes e a exatidão das estampas de tempo são mandatórias. Entretanto a sincronização temporal está também relacionada ao monitoramento dos sistemas de proteção, não somente para os registradores de perturbação, mas também para remotas e relés de proteção. Esta sincronização permite analisar a sequência de eventos com maior facilidade e confiabilidade, sem a necessidade de ajustes manuais nos registros. Com a introdução do barramento de processo baseado em IEC61850, onde as funções de proteção e as medições são realizadas em diferentes equipamentos conectados através de uma rede Ethernet, o uso de sincronismo temporal além de estar relacionado à requisitos regulatórios, trata-se também de uma questão técnica a ser considerada. Neste contexto, o sincronismo temporal não é mais realizado por uma rede independente, mas sim, pela rede Ethernet que interconecta todos os equipamentos.

O protocolo de rede que permite obter uma exatidão equivalente aos sistemas de sincronismo que utilizam sinais elétricos (como IRIG-B ou PPS), é o PTP (Precision Time Protocol), que é normatizado pela IEEE (IEEE 1588). O PTP é um protocolo com características que permite compensar atrasos nos cabos, que, com suporte pelo hardware, permite alcançar precisões na ordem de poucas dezenas de nanoseconds sem a necessidade de uma rede específica para este fim. Por esta razão, o seu uso vem sendo fortemente utilizado em sistemas de telecomunicações, que requerem extrema estabilidade e exatidão.

Em sistemas de energia, o uso do PTP não é tão massivo, entretanto com a incorporação dos conceitos de IEC61850, barramento de processo e necessidade de redução dos custos de infraestrutura e de instalação, este cenário deverá mudar rapidamente, bem como, deverão ser alterados os requisitos para a sincronização temporal.

A estampa de tempo nos pacotes de Sampled Values (IEC61850-9-2) necessita ser precisa e a estabilidade do sistema de aquisição das Merging Units está intimamente relacionada à exatidão de todo o sistema de sincronização, que agora envolve o servidor de tempo (relógio GPS), os equipamentos sendo sincronizados e a estrutura da rede (switches). Todos os elementos necessitam estar devidamente em conformidade com os requisitos do PTP para que não haja imprecisão no funcionamento do sistema.

O PTP é normatizado segundo a norma internacional IEEE 1588. Esta norma está na sua versão 2 (2011) e uma nova revisão está em curso. Como a aplicação específica desta norma é diferente para os ambientes em que são destinados, foram criadas subdivisões específicas com a finalidade de adequá-la a estas aplicações. Inicialmente foram desenvolvidos os chamados “Telecom Profile” e “Power Profile”, ambos gerenciados por grupos específicos da IEEE. Recentemente iniciou-se a discussão sobre a criação de outros documentos, como é o caso do “Utility Profile”.

Para garantir a interoperabilidade entre os equipamentos dos diversos fabricados, a IEEE tem promovido periodicamente eventos de testes (como é o caso do evento conhecido como “Plugfest”, durante a ISPCS) onde são avaliadas a confiabilidade dos equipamentos e a aplicabilidade da tecnologia de forma que possa ser garantida a exatidão do sincronismo quando se utiliza uma rede Ethernet.

A atualização de instalações antigas para a abordagem IEC 61850 está se tornando habitual e o uso do protocolo PTP como o método de sincronização de tempo é naturalmente considerado. No entanto, a infra-estrutura da rede deve ser adequada para os requisitos do PTP. Além disso, alguns dispositivos podem não suportar a sincronização por este protocolo. Nestes casos, conversores de PTP para outros métodos (IRIG-B, PPS, etc.) podem ser utilizados para facilmente integrar dispositivos legados, sem a necessidade de troca imediata dos equipamentos que não possuem suporte a este tipo de protocolo.

Autor: Carlos Dutra

 
Reason participa da 7ª Edição do Seminário Técnico de Proteção e Controle – STPC

Reason participa da 7ª Edição do Seminário Técnico de Proteção e Controle – STPC

O STPC aconteceu entre os dias 16 e 19 de novembro em Copacabana no Rio de Janeiro.
A principal proposta do evento é discutir, além dos temas tradicionais nas áreas de Proteção e Controle, técnicas de medição aplicadas a sistemas elétricos e smart grids.

A Reason esteve no evento representada por alguns de seus engenheiros, que ministraram artigos e sessões técnicas:

APLICAÇÃO DE MERGING UNIT PARA MEDIÇÃO SINCRONIZADA DE FASORES
Baixar .pdf
Apresentação e autoria do engenheiro de desenvolvimento Marcelo Neujahr Agostini
Participação na autoria do engenheiro de desenvolvimento Marcelo Dalmas
Participação na autoria do engenheiro de desenvolvimento Igor Henrique da Cruz
Participação na autoria do engenheiro de desenvolvimento Tiago Alexandre Franzen
Participação na autoria do Gerente de Desenvolvimento Carlos Alberto Dutra
Participação na autoria do Diretor de Inovação Sérgio Zimath

– FUNÇÕES DE PROTEÇÃO IMPLEMENTADAS EM HARDWARE: UMA QUEBRA DE PARADIGMA (link para o arquivo ST-41_Raphael Silva.pdf)
Apresentação e autoria do engenheiro de desenvolvimento Raphael Silva
Participação na autoria do engenheiro de desenvolvimento Celso Souza
Participação na autoria do engenheiro de desenvolvimento André C. Prado
Participação na autoria do Gerente de Desenvolvimento Carlos Alberto Dutra
Participação na autoria do Diretor de Inovação Sérgio Zimath

– ARQUITETURA, CONFIGURAÇÕES E RESULTADOS PRÁTICOS DA APLICAÇÃO DO PROTOCOLO
IEC 61850-9-2 LE, BARRAMENTO DE PROCESSO, NA SUBESTAÇÃO UBERABA 230KV DA COPEL G&T
(link para o arquivo ST-23_Gilmar Francisco.pdf )
Apresentação e participação na autoria do Gerente de Engenharia Rafael Rosar Matos
Participação na autoria do Engenheiro de Planejamento Estratégico Fernando Costa Neves
Participação na autoria do Gerente de Desenvolvimento Carlos Alberto Dutra
Participação na autoria do Gerente de Marketing Lucas Barcelos de Oliveira

 
Reason patrocina a 21ª Edição do Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica – SENDI

Reason patrocina a 21ª Edição do Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica – SENDI

Aconteceu entre os dias 10 e 13 de novembro a 21ª Edição do Sendi, na cidade de Santos SP. O Sendi é considerado o maior evento sobre distribuição de energia elétrica da América Latina.

Composto de seminários, painéis com debates e apresentação de trabalhos técnicos, o evento teve como foco o compartilhamento de experiências, de novas tecnologias, debates sobre tendências e integração de profissionais das principais concessionárias brasileiras.

A Reason, além de estar presente como patrocinadora do evento foi representada em sessão técnica apresentadas durante o evento:

ENSAIO EM CAMPO DE PROTÓTIPO DE IDENTIFICADOR DE FASES EM UM ALIMENTADOS TRIFÁSICO DE MÉDIA TENSÃO
Baixe o .pdf
Apresentação e autoria do engenheiro de desenvolvimento Adriano Pires
Participação na autoria do Diretor de Inovação Sérgio Zimath
Participação na autoria do Diretor de Marketing Jurandir Paz de Oliveira
Participação na autoria do engenheiro de desenvolvimento Marcelo Neujahr Agostini

 
Alstom amplia seu portfólio de medição e subestação digital com a aquisição da Reason Tecnologia S.A.Re

Alstom amplia seu portfólio de medição e subestação digital com a aquisição da Reason Tecnologia S.A.Re

Baixe o release .pdf

A Alstom Grid anuncia hoje que está adquirindo a empresa brasileira Reason Tecnologia S.A. – fornecedora de produtos de medição e rede de automação de subestação para clientes de transmissão e distribuição (T&D) sediada em Florianópolis. A aquisição foi feita em 8 de janeiro de 2014.
Com essa transação, a Alstom Grid irá reforçar sua presença no mercado de automação de subestação na América Latina e fortalecerá sua oferta de subestação digital no mundo, acelerando o caminho da inovação em direção à construção de subestações totalmente digitais.

A Reason conta com 100 funcionários altamente qualificados e atende a grandes empresas, além das principais concessionárias de transmissão e distribuição de energia no Brasil e América Latina. O alcance comercial mundial da Alstom Grid e a liderança de mercado de ambas as empresas irá acelerar a expansão da Reason em mercados internacionais.
“Esta aquisição é outro importante passo em nossa contínua jornada para a excelência de mercado no negócio de automação de subestação,” afirmou Hervé Amossé, Vice-Presidente de Soluções de Automação de Subestação da Alstom Grid. “Ela se segue à recente aquisição da ASAT no Canadá – na qual fortalecemos nossa expertise em tecnologias de redes inteligentes – e as recentes inaugurações de dois novos centros de excelência em automação de subestação digital, na Índia e na França.”
Guilherme Bernard, Presidente da Reason Tecnologia S.A, afirmou: “Temos orgulho de sermos reconhecidos pela excelência em inovação e qualidade e estamos ansiosos para buscar novas soluções dentro do Grupo Alstom. A Reason está ansiosa pela sinergia em expertise técnica, que permitirá fornecer os produtos mais inovadores possíveis aos nossos clientes.”

 
Reason Tecnologia